10.11.2011

O Segredo de C


C. é um eterno adolescente, não tenho certeza se tem 20 anos ou 30, o próprio finge ser mais novo quando está interessado em uma garota mais nova, seu problemas com a idade já demonstra quão questionável é sua personalidade e amadurecimento. Esconde-se na baixa estatura, magreza e humor nas alturas, esconde também a careca dentro do boné e a vida na casa da esquina.
É muito agradável e divertido, mas não serve pra amigo, costuma mentir. É também inseguro e instável, por isso nunca saiu de casa com suas roupas nas costas pra aventurar e ser feliz. É namorado de uma popozuda e não curte quando ela usa mini-shorte, tem vergonha do gosto e medo do desgosto. É imaturo e inconsequente, vive num troca-troca de mulher e quando uma ou outra engravida gasta mundos e fundos pra matar. É um conhecido meu que num futuro próximo chegará aos 50 anos sem ter aproveitado a própria vida, sem alegrias, sem ter sido um bom amigo ou tido um verdadeiro amigo, sem uma história de amor pra contar e só.
C. tem um grande segredo, ele está esperando os pais morrerem pra começar a viver.
Os pais vivem preocupados com o seu futuro, mas C. nem imagina e se imaginasse não acreditaria.
Qual deles sobreviverá não sei dizer, mas provavelmente C. irá se arrepender tarde demais..

As pessoas nunca imaginam o que pensamos sobre elas, assim como não imaginamos o que os outros pensam e imaginam sobre nós. Somos regidos por segredos, vivemos de segredos, para eles e por eles morremos muitas vezes.